QUEM SOMOS

SOBRE O PROJETO EXPERIMENTE NASCER DE NOVO

Encontrar o remédio para as feridas mais profundas, foram os reais traços que nos identificavam inicialmente como portadores de algo novo, de um bem maior para as crianças refugiadas e suas famílias.

Juntos como uma verdadeira família, composta por crianças, jovens e adultos, fomos descobrindo a nossa Identidade: as inspirações vindas do sofrimento, a alegria da convivência, a necessidade da fraternidade, o amor e a dependência dessas crianças e jovens nos levou a criar este projeto.  Visando a mobilização social e conscientização dos brasileiros para solidariedade com as crianças refugiadas vulneráveis e crianças em estado de emergência na Síria.

Gerar empatia, entre refugiados e pessoas que já vivem na cidade, possibilitando uma quebra de preconceito e a busca pela suficiência criando novas perspectivas.

Como nasceu o projeto:

Sarkis Karamekian Jr., Presidente da Associação e idealizador do Projeto Experimente Nascer de Novo é brasileiro e descendente de Armênios, seu pai nasceu na cidade de Aleppo (Síria) e veio para o Brasil em 1960, em busca de uma nova vida. Desde criança conheceu a história de seu povo e já plantava em seu coração a semente da solidariedade e justiça, assim depois de jovem, tornou-se um militante do Reconhecimento do Genocídio Armênio no Brasil, muitos não sabem que a mais de 100 anos a Armênia por ser a primeira Nação no Mundo a aceitar o CRISTIANISMO como Estado de Religião, foi perseguida pelo Império Turco Otomano e seu povo massacrado, crucificados, mutilados durante longos anos, um milhão e meio de armênios foram mortos, e os que conseguiram fugiram como refugiados para vários lugares do mundo, é o mesmo que acontece na Síria hoje!! O povo armênio é um povo que sofreu na pele a dor de uma guerra e é um povo que ama sua Pátria e busca para que o Mundo Reconheça o Genocídio.

A Síria, foi o primeiro país a abrir suas fronteiras para o povo Armênio e são nações irmãs!! Sarkis, sabe que o não reconhecimento dos erros do passado é impossível corrigir os erros do presente e sua luta é incansável por seu objetivo.

Foi com o coração de descendente do Genocídio, cansado de tanta injustiça, e sempre recebendo notícias de amigos e parentes que moram na Síria, no início deste ano decidiu não só lutar pelo passado de seu povo, mas fazer algo “MAIOR” no sentido humanitário. Foi a partir daí, que surgiu o Projeto “Experimente Nascer de Novo”.  Um Projeto que a cada dia e com apoio de todos, está crescendo e atravessando fronteiras. Que tem como objetivo, ajudar as crianças que estão na Síria e as família refugiadas  que estão aqui no Brasil.

Hoje temos mais de dez famílias que precisam de ajuda, que chegaram aqui sem perspectivas e sem esperanças, crianças que já nasceram em guerra e possuem marcas na alma que jamais serão completamente apagadas.

“ Não conseguia mais ver tanto sofrimento sem ajudar meu povo e meus irmãos na Síria. As notícias que recebo da Síria, são de nos deixar indignados como Seres Humanos e então através da Associação me senti no dever de fazer algo maior, quero que através de nosso trabalho, que as pessoas saibam o que foi o Genocídio Armênio, o que é o Genocídio na Síria!!! Quero poder fazer algo, quero mobilizar a solidariedade do povo brasileiro pois Juntos Somos mais fortes!”…

Sarkis  Karamekian  Jr. ( Presidente da Associação Juventude Armênia)  

A Associação Juventude Armênia através do Projeto Experimente Nascer de Novo, tem como meta criar e manter programas que incentivem a inclusão social das crianças vítimas da Guerra na Síria refugiadas em São Paulo, orientando-as para que busquem seus direitos como cidadãos, tornando-as agentes transformadores da sua própria realidade.

A prioridade do Projeto é a justiça, compensação histórica, dizer não ao preconceito de raças e intolerância de todas as formas,  ajudando na ressocialização.

NOSSOS VALORES:  Filantropia, Ética e Dignidade Humana.

NOSSA MISSÃO: Captar, distribuir e aplicar recursos para promover assistência às crianças vítimas da guerra na Síria, oferecendo a elas atenção integral e igualitária. Uma sociedade justa e responsável pela proteção e pleno desenvolvimento de suas crianças e adolescentes.

NOSSA VISÃO: Possibilitar às crianças carentes, bem-estar e melhores condições de vida futura.

A base principal de atuação do projeto é a aplicação de programas organizados em três eixos: educação, saúde e proteção.

  1. Geração de emprego, trabalho e renda, para refugiados.
  2. Valorização e respeito as diversidades culturais.
  3. Combate à exploração do ser humano e à discriminação de qualquer natureza.
  4. Diminuição da pobreza, da exclusão e das desigualdades sociais.
  5. Valorização do ser humano.

Educação: Introdução para a prática da língua portuguesa, através de aulas de português e história brasileira para os jovens e adultos.

Cultura e Esporte: Introduzir a cultura brasileira e o esporte, através de aulas de artesanato, ballet, artes plásticasdança, futebol, ji jitsu e outros esportes.

Ações Prioritárias do Projeto

  

Fortalecimento do capital humano: Educação para cidadania, organização social, lazer comunitário, para famílias com vulnerabilidade social, gênero, geração e etnias.  

Ainda que muitos refugiados possuam diplomas universitários, a integração econômica no Brasil tem sido difícil. O processo de revalidação desses diplomas leva tempo. Por isso, mesmo aqueles considerados mão de obra qualificada, com graduação acadêmica, têm que trabalhar em áreas diferentes da sua formação, o Projeto visa ajudar na busca de qualificação profissional para os genitores.

Obrigada